E-mail Imprimir PDF
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

1º e 2º Reinado em Santa Cruz


  • Chegada da família Real

No início do século XIX, com a Chegada da Família Real ao Brasil (1808) e o seu estabelecimento no Rio de Janeiro, a Fazenda de Santa Cruz foi escolhida como local de veraneio. Desse modo, o antigo convento foi adaptado às funções de paço real - Palácio Real de Santa Cruz. Sentindo-se confortável na então Real Fazenda de Santa Cruz, o Príncipe Regente prolongava a sua estada por vários meses, despachando, promovendo audiências públicas e recepções a partir da mesma. Nela cresceram e foram educados os príncipes Dom Pedro e Dom Miguel.

  • Primeiro Reinado

Em um dos seus últimos atos no Brasil, em 15 de julho de 1818 Dom Dom João VI funda a Vila de São Francisco Xavier de Itaguaí, a qual Santa Cruz faz parte.Com a volta de Dom João VI, para retornar à metrópole portuguesa em 1820, começa-se uma nova fase da história do Brasil e de Santa Cruz.Após o regresso de Dom João VI a Portugal, o Príncipe-Regente D. Pedro assume a coroa e inicia-se o primeiro Reinado, com constante presença da Família Real em Santa Cruz.  Historiadores contam que D. Pedro passou sua lua-de-mel com a Imperatriz Leopoldina (1818) nesta fazenda, transformando o Palácio Real em Palácio Imperial.No contexto da Independência do Brasil, antes de iniciar a histórica viagem da Independência, o príncipe-regente deteve-se em Santa Cruz, onde aconteceu uma reunião no dia 15 de agosto de 1822, com a presença de José Bonifácio, para estabelecer as suas bases. Ao regressar, antes de seguir até a cidade, comemorou a Independência do Brasil na fazenda.

  • Segundo Reinado

Dom Pedro I, abdicou do trono, mas os seus filhos continuaram a manter presença constante na Fazenda Imperial de Santa Cruz. Desde cedo, Dom Pedro II e as princesas promoviam concorridos bailes e saraus no Palácio Imperial, outra atividade que permanece entre os santacruzences conteporâneos até os dias de hoje, através do Núcleo de Pesquisas Históricas de Santa Cruz, o NOPH que perpetua essa tradição.
Hunting for men